A paixão pela profissão

0
468

Revista Caminhoneiro: Quando começou no segmento de caminhões?
Pedro de Aquino: Eu sou caminhões, veículos comerciais, há muito tempo. Formei-me em Engenharia em 1979. Praticamente, o meu primeiro emprego foi na Ford, em 1980, na Engenharia de Transmissão de Motores e Veículos Comerciais. Fiquei cinco anos, saí e fui trabalhar em uma indústria de autopeças. Nela, fiquei nove anos e depois retornei à Ford. Nessa nova fase, a minha vida profissional tomou novos rumos deixando a engenharia de lado e indo atuar nas áreas Comercial, Estratégica, Planejamento e Marketing. Mas é notório que boa parte atuei no segmento de caminhões e outra no de automóveis.

Revista Caminhoneiro: Qual é o atual momento da Ford Caminhões?
Pedro de Aquino: Eu lhe diria que a Ford passa por um momento fantástico. Depois de tantos anos, conseguimos uma nova cabine, enfim, um caminhão totalmente novo. A gente percebe muita satisfação dos clientes, dos distribuidores e da própria imprensa. Foi uma virada positiva da Ford. Um momento muito feliz para nós que fizemos o lançamento da nova linha Ford.

Revista Caminhoneiro: Como está a aceitação desses veículos no mercado?
Pedro de Aquino: Como já falei, constatei junto aos distribuidores, muita satisfação já que a linha Cargo sofreu mudanças tão radicais. O produto é tão superior que dividimos as apresentações em três fases: no primeiro dia, aparência dos caminhões, os distribuidores conheceram somente os veículos externamente. Eles aprovaram o novo desenho, mais moderno. No segundo dia, entraram no caminhão e elogiaram o acabamento e o conforto. No terceiro dia, andaram no caminhão e admiraram o desempenho do veículo. Ele é um dos melhores do mercado. Atualmente, a rede Ford Caminhões é composta por 137 pontos de revendas e serviços. Ela é destinada e treinada para atender os caminhoneiros, independente da rede que cuida de automóveis. Essa medida traz atendimento personalizado e prestação de serviços com qualidade. Temos orgulho da nossa rede que está bem preparada, treinada e constantemente evoluindo.

Revista Caminhoneiro: Quais são os pontos fortes da nova linha Cargo?
Pedro de Aquino: O conforto dos novos caminhões da linha Cargo é um dos pontos fortes. A suspensão da cabine, composta por quatro conjuntos de amortecedores, isola as oscilações da pista e outros acidentes do terreno. Outro aspecto que merece destaque é o design. Os caminhões Cargo exibem a nova identidade visual, batizada pela Ford de Kinetic e já utilizada em automóveis da marca, como Focus e Fiesta. Os itens que mais chamam a atenção na parte externa são a grade dianteira trapezoidal e os grandes defletores de ar. O novo Cargo traz sistema de suspensão na cabine, coluna de direção com ajuste pneumático, chave com código eletrônico antifurto, vidros elétricos de série e a opção de bancos com suspensão pneumática, além de retrovisores elétricos. Para elaboração dessa nova linha consideramos uma pesquisa realizada junto aos caminhoneiros. Eles compram e dirigem os caminhões e sabem muito bem o que é necessário. Entendemos quais eram as suas necessidades e trabalhamos em cima delas, com o intuito de agradá-los o máximo possível.

Revista Caminhoneiro: O profissional do volante está mais exigente?
Pedro de Aquino: Sem dúvida. Ele é “antenado”, conhece principalmente tecnologia e ficou mais exigente. Mas a principal mudança não se concentra somente no profissional caminhoneiro. Os frotistas estão também mais conscientes e passaram a valorizar itens que trazem conforto ao motorista e ao seu bem-estar. Um profissional satisfeito tem um melhor rendimento e isso se traduz em resultado positivo no final das contas. Portanto, o motorista, o frotista e a Ford realizaram uma união perfeita.

Revista Caminhoneiro: A Ford vem atuando fortemente no segmento de construção?
Pedro de Aquino: Na verdade estamos sobressaindo em diversos segmentos. Portanto, o setor de construção é mais um que tem impulsionado as vendas do novo Ford Cargo 2012, que se destaca por oferecer versatilidade em diferentes tipos de aplicação. Empresas do setor de construção civil e pesada acabam de adquirir unidades do novo caminhão para suas obras em todo o País. O crescimento da economia e os grandes eventos para os próximos anos fazem desse setor altamente investidor tanto no aumento como na renovação das suas frotas. Estamos atentos a este mercado e o novo Cargo 2012 é um produto que oferece conforto, funcionalidade, resistência e custo-benefício, fatores que tornam vantajoso o investimento dos clientes tanto no rendimento da frota como na qualidade de operação para o motorista.

Revista Caminhoneiro: Como estão os preparativos para a Ford atender o Proconve P7?
Pedro de Aquino: A Ford está bem preparada e vamos mostrar a nossa linha na Fenatran 2011. A Ford Caminhões respeita o meio ambiente e optamos pelo sistema SCR (em inglês Selective Catalytic Reduction, ou Redução Catalítica Seletiva) que é baseado no tratamento dos gases de escape. É um sistema simples e com poucos componentes: um tanque para o aditivo Arla 32, uma bomba de sucção, uma unidade injetora e um catalisador. O SCR foi desenvolvido para reduzir os níveis de óxidos de nitrogênio (NOx), por meio de um sistema de pós-tratamento dos gases de exaustão que converte os óxidos de nitrogênio em nitrogênio e vapor de água. Esse sistema melhora a eficácia de combustão, ajudando a reduzir o consumo de combustível.

Revista Caminhoneiro: Qual é a sua mensagem para os caminhoneiros?
Pedro de Aquino: A Ford caminhões é muito focada no caminhoneiro tanto que pode ser observado em nossos anúncios publicitários. Nós respeitamos esse profissional que tem um cotidiano difícil e sabemos que boa parte dos produtos é transportada pelo modal rodoviário. Por isso, esse profissional é fundamental para o desenvolvimento do País. A opinião do caminhoneiro é levada a sério e é muito importante para nós. A Ford reconhece o seu valor e já há muito tempo vem se relacionando com ele. Nós realizamos muitas ações como participação em feiras do setor e até disponibilizamos, como exemplo, o Odontomóvel que é um consultório completo, inclusive preparado para realizar pequenas cirurgias e está sempre parado onde tem grande concentração de caminhoneiros.

Revista Caminhoneiro: No Rally dos Sertões o caminhão F-4000 é imbatível?
Pedro de Aquino: É verdade. Este ano separaram as categorias em caminhões pesados e caminhões leves. O F-4000 venceu o 19º Rally dos Sertões, sendo o campeão nesta competição. Esta é a sétima vez consecutiva que o caminhão da Ford conquista o título da mais difícil competição fora-de-estrada das Américas. Para o ano que vem, iremos participar também na categoria dos pesados já que realizaram essa divisão. Estamos preparando o novo Cargo 1932 rígido. Aguardem as novidades.

Leave a reply

Mais notícias