MB lidera mercado de caminhões

0
208

A Mercedes-Benz vem se empenhando com afinco para continuar na liderança das vendas de caminhões no mercado nacional. O resultado deu certo: Pelo 4º ano consecutivos, ela liderou as vendas de caminhões no Brasil. Durante o ano passado, foram licenciados 29.950 modelos da marca, o que significa um aumento de 42% sobre os 21.150 de 2018. Sendo assim, a montadora alcançou uma marca importante, superando em 3.200 unidades o segundo colocado. Esse bom desempenho assegurou a ela a liderança com quase 30% de participação no mercado, cujo volume total no País foi de 101.330 caminhões (acima de 3,5 toneladas) e aumento de 33% em comparação a 2018.

Segundo Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina, “estamos fazendo a lição de casa e, sobretudo, estamos atentos com as necessidades e vontades dos nossos clientes. No ano passado, o segmento de extrapesados foi muito importante para que a Mercedes-Benz alcançasse esse resultado. Outros setores também fundamentais foram cana-de-açúcar, mineração, bebidas e comércio eletrônico, atividades que incrementaram as vendas em 2019.

Este ano, Philipp Schiemer e Roberto Leoncini, vice-Presidente de Vendas e Marketing da Mercedes-Benz, têm boas expectativas para o setor e acreditam que 2020 será ainda melhor para as vendas de caminhões. “Além dos segmentos citados pelo Schiemer, que continuarão em alta, notamos sinais de aquecimento na construção civil, obras de infraestrutura, cargas industriais, consumo das famílias e distribuição urbana”, diz Roberto Leoncini.

Mas os caminhoneiros e os frotistas poderão esperar novidades: A Mercedes-Benz lançará três novos produtos, dois novos serviços e trará tecnologias inéditas para o Brasil. Tem mais: em apenas três meses após o início da comercialização do Novo Actros, já foram cerca de 500 unidades negociadas do caminhão. Desses 500 Novos Actros, 150 caminhões são equipados com MirrorCam, sistema que substitui os retrovisores convencionais por câmeras digitais, uma grande novidade tecnológica para o mercado nacional. As entregas aos clientes ocorrerão a partir de abril.

Roberto Leoncini comentou também sobre o segmento de peças que registrou também crescimento. “A empresa também celebrou o crescimento em serviços e conectividades, que alcançou no último ano a marca de 12 mil caminhões conectados no Brasil e 78.600 veículos no Mercedes Club”, diz Leoncini enfatizando que precisam ser mais veículo conectados.

Outro ponto em que a montadora enfatiza para 2020 é o trabalho em parcerias com start-ups, que trarão novas opções e desenvolverão novos conceitos de tecnologia e aprimoramento na produção. Além disso, a empresa pretende levar a ideia de empresa 4.0 para além da fábrica, com a implementação da ideia em logística, produção de agregados e, também, nos concessionários. O Projeto Hackatruck Projeto conhecido como HackaTruck MakerSpace é voltado a estudantes de Tecnologia da Informação e Comunicação. O Actros puxará o laboratório móvel por quase 10 instituições, com o objetivo de levar conhecimento em tecnologias de última geração para que os alunos desenvolvam soluções que tragam benefícios para a sociedade. Ao envolver temas como mobilidade, acessibilidade, sustentabilidade e segurança, essa iniciativa está alinhada ao compromisso da Mercedes-Benz com o ecossistema de Transporte Responsável. Com essa iniciativa, a Mercedes-Benz passa a ser parceira do HackaTruck MakerSpace, programa idealizado pelas empresas de tecnologia IBM e Flex e voltado a estudantes de Tecnologia da Informação e Comunicação com ênfase na Internet das Coisas e outros conceitos da Indústria 4.0.

Leave a reply