Governo anuncia crédito para caminhoneiro e obras em rodovias

0
270

Após anunciar o cancelamento do aumento do preço do diesel, o governo apresentou mais algumas medidas, como crédito para caminhoneiro, com o intuito de agradar os caminhoneiros e evitar novas paralisações.

Vale lembrar, como muitos sabem, que existe uma insatisfação generalizada entre muitos caminhoneiros e, no mês passado, houve uma ameaça de greve decorrente da falta de ações que favoreçam os motoristas profissionais das estradas.

Medidas em prol dos caminhoneiros

Em um comunicado oficial realizado na tarde desta terça-feira (16), o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, divulgou um pacote de ações do governo em prol do transporte rodoviário e, em especial, dos caminhoneiros.

Confira abaixo os planos anunciados pelo governo:

Crédito para caminhoneiros

O governo disponibilizou, por meio do BNDES, o valor de R$500 milhões, que será dividido em linhas de crédito para caminhoneiros no valor de até R$30 mil.

Segundo o ministro, a quantia deve ser utilizada para a compra de pneus e também para a manutenção dos veículos.

Avanços em rodovias

Também foram anunciados investimentos na expansão e duplicação de algumas rodovias federais. Entre elas, podemos destacar a BR 101, a BR 116, a BR 381 e um sonho antigo de muitos caminhoneiros, a BR 163.

Locais para repouso

O governo anunciou que serão investidos recursos para a construção de locais apropriados para o repouso dos caminhoneiros. Esses pontos devem ser apropriados para realização de refeições, reparos nos veículos e também para a higiene própria, com banheiros e chuveiros.

Renovação da CNH

Outra medida que já havia sido anunciada, mas foi ressaltada oficialmente, é a renovação da CNH a cada dez anos, substituindo a necessidade de tirar novamente o documento após cinco anos. Essa medida vale para todos os motoristas que possuem até 50 anos.

Reunião entre caminhoneiro e Ministro

Vale lembrar que todas as propostas aparecem pouco tempo depois de uma reunião entre o caminhoneiro Wallace Landin, o Chorão, e o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

A conversa foi positiva e ressaltou a comunicação entre caminhoneiros e o governo.“A gente nunca teve isso. Hoje, graças a Deus, nós temos um diálogo, direto com a Casa Civil”, afirma um dos líderes do movimento que realizou a greve no ano passado.

E você, gostou das medidas anunciadas pelo governo? Quais são suas expectativas para o futuro e outras preocupações que ainda não foram garantidas pela equipe de Jair Bolsonaro? Fique ligado aqui no site da Revista Caminhoneiro e veja outras novidades.

Leave a reply

Mais notícias